Adesões e compromissos


Como empresa ambiental e socialmente responsável, FURNAS firmou ao longo dos anos inúmeros pactos e compromissos na busca pela promoção da cidadania e do desenvolvimento humano.


Compromisso Mudanças Climáticas

ODS

A3P

Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça

Campanha Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

GHG Protocol

International Hydropower Association

Programa Empresa Amiga da Criança

Pacto Global

Princípio de Empoderamento das Mulheres

Erradicação do Trabalho Infantil

ISO 26000


Compromisso Mudanças Climáticas

FURNAS assumiu publicamente a Declaração de Compromisso da Eletrobras sobre Mudanças Climáticas. O documento é um compromisso formal de adoção de medias em prol da excelência gerencial e de estratégia unificada nas empresa do Grupo, a fim de minimizar ou compensar emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) produzidas por suas atividades.

Desde 2013, FURNAS instituiu metas de redução de GEE. Até 2021, a companhia pretende reduzir as emissões em 0,3% a cada ano, aderente à meta proposta pela Eletrobras.

A empresa participa, ainda, nas discussões sobre adaptação às mudanças climáticas, na iniciativa Empresas pelo Clima (EPC), que influenciou a criação de uma força tarefa (FT1) para tratar do tema. Após intensa discussão na força tarefa (FT2) em 2016, FURNAS passou a incorporar no seu inventário as emissões e as remoções oriundas de mudança de uso do solo.

Ao longo de 2017, FURNAS elaborou o primeiro Projeto de Pegada de Carbono do sistema Eletrobras, ainda que em escala piloto. A iniciativa foi desenvolvida na Linha de Transmissão (LT) Xavantes – Pirineus de 230 kV para mapear os impactos ambientais de emissões de GEE. O projeto contempla desde a etapa de obtenção dos materiais até a fase de implementação, identificando oportunidades de melhoria na gestão de riscos e minimizando os impactos dos suprimentos/matérias-primas.

Declaração de Compromisso da Eletrobras sobre as Mudanças Climáticas

Voltar ao topo


ODS

Em setembro de 2015, chefes de Estado, de Governo e representantes da Organização das Nações Unidas (ONU) reuniram-se e adotaram a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável. A iniciativa propõe uma ação mundial conjunta, com o objetivo maior de erradicar a pobreza e promover vida digna para todos, dentro dos limites do planeta. Para isso, foram estabelecidos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). Desde então, FURNAS é signatária dos princípios do pacto global do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Como uma das principais empresas do país, FURNAS participa desta corrente de forma proativa. A partir de parcerias com instituições locais, construiu um plano de ação, buscando o desenvolvimento sustentável por meio de apoio às iniciativas definidas pela comunidade. A companhia apoia os projetos alinhados com os ODS e a nova agenda 2030 da ONU com 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Para mais informações sobre os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável e a Agenda 2030, acesse a página da iniciativa em https://nacoesunidas.org/pos2015/

Diretrizes para a implantação dos ODS

Voltar ao topo


A3P

Em 2014, FURNAS foi premiada em duas categorias na 5ª edição do Prêmio A3P – Melhores Práticas de Sustentabilidade, concedido pelo Ministério do Meio Ambiente. Os projetos premiados foram o Programa de Reaproveitamento de Óleo Vegetal no Escritório Central, sede da empresa no Rio de Janeiro, e a Implantação de Conversor Offshore para Geração de Eletricidade pelas Ondas do Mar. 

Em 2016, a companhia foi a vencedora da sexta edição, na categoria Inovação na Gestão Pública, com o projeto de ônibus urbanos com tração elétrica. Já na categoria Gestão de Resíduos, o projeto de aplicação de baterias estacionárias de lítio-ion em sistemas de informação e comunicação ficou com o segundo lugar.

Voltar ao topo


Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça

FURNAS fomenta ações que promovem a equidade de gênero, raça e diversidade, alinhadas com os compromissos governamentais e indicadores corporativos.  A empresa realiza ações internas e externas que estimulam o debate para a formação de uma sociedade mais justa e igualitária. Coordenado pela Gerência de Responsabilidade Sociocultural (GRS.P) e constituído por integrantes de todas as Diretorias de FURNAS, o Comitê Pró-Equidade de Gênero e Raça tem sido o grande propulsor destas ações. 

Desde 2007, FURNAS está entre as empresas brasileiras contempladas com o Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça da Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República, em todas as edições.  Em 2016, conquistou o Prêmio WEPs Brasil, na categoria Prata para Empresa de Grande Porte.

Voltar ao topo


Campanha Contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

FURNAS adere, desde 2010, à campanha promovida pela Associação Brasileira Terra dos Homens e o Comitê Nacional de Enfrentamento da Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, com o apoio da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/RP). Esta é uma forma de a empresa combater este grave problema que ainda acontece nas ruas de todo o mundo.

Desde 2010, a companhia também participa do Programa na Mão Certa, que visa mobilizar governos, empresas e organizações da sociedade para o enfrentamento mais eficaz da exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias brasileiras. A iniciativa é coordenada pela Childhood Brasil, fundada em 1999 como o braço brasileiro da World Childhood Foundation, criada pela rainha Sílvia, da Suécia. Em 2016, a instituição concedeu à FURNAS a Certificação no Enfrentamento da Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Esta certificação reconhece as empresas participantes do Pacto Empresarial contra a Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes nas Rodovias Brasileiras, apoiado pela empresa desde 2010.

Voltar ao topo


GHG Protocol

Desde 2008, FURNAS é membro fundador do Programa Brasileiro GHG Protocol. Trata-se de uma ferramenta desenvolvida pelo World Business Council for Sustainable Development (WBCSD) e World Resources Institute (WRI), para que as empresas efetuem a medição e a gestão de suas emissões de GEE por meio de metodologia internacionalmente aceita. Essas informações são requeridas hoje pelos índices de sustentabilidade empresarial nos mercados nacional (ISE Bovespa) e internacional (Dow Jones Sustainability Index).

Em 2017, o inventário de FURNAS recebeu pelo quinto ano consecutivo o Selo Ouro, atribuído às corporações que dispõem de estudos completos das emissões de GEE verificados por organismos credenciados pelo Inmetro. A companhia também é uma das empresas pioneiras do Sistema de Comércio de Emissões (SCE), instituído pelo Centro de Estudos em Sustentabilidade da Fundação Getúlio Vargas (GVCes), que simula o comércio de emissões de carbono.

Voltar ao topo


International Hydropower Association

A International Hydropower Association (IHA) é uma organização sem fins lucrativos de ação global que recebe o apoio da UNESCO e se dedica a reforçar o papel das hidrelétricas no atendimento da crescente demanda mundial por água e energia. Fundada em 1995, a IHA possui representantes em mais de 100 países.

FURNAS filiou-se à organização a partir do reconhecimento do pioneirismo do projeto “Balanço de Carbono” nos reservatórios da empresa, realizado entre 2001 e 2002. Atualmente, a companhia é membro da categoria Ouro da IHA.

Além de ser filiada à organização, FURNAS participou do desenvolvimento da ferramenta G-res, que permite que as empresas estimem e reportem as emissões de Gases de Efeito Estufa (GEE) de reservatórios com mais precisão. A companhia ofereceu dados de quatro usinas hidrelétricas: Manso, Serra da Mesa, Itumbiara e Furnas.

Veja mais em https://www.hydropower.org/

Voltar ao topo


Programa Empresa Amiga da Criança

Por seu engajamento em iniciativas voltadas à erradicação do trabalho infantil e disseminação dos direitos da criança e do adolescente, FURNAS recebeu o selo de Empresa Amiga da Criança, da  Fundação  Abrinq, em 2016. Este é um reconhecimento às companhias que desenvolvem ações para a promoção dos direitos de crianças e adolescentes.

A empresa também lança regularmente a versão atualizada e digitalizada do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Criado pela Lei nº 8.069, o documento detalha as orientações básicas para a Política de Atendimento à Criança e ao Adolescente. FURNAS integra, ainda, o grupo de trabalho coordenado pelo Ministério de Direitos Humanos que elaborou o Protocolo de Ações para Proteção de Crianças e Adolescentes no Contexto de Crianças e Adolescentes.

Voltar ao topo


Pacto Global

Iniciativa desenvolvida pelo ex-secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Kofi Annan, o Pacto Global estabelece 10 princípios. O objetivo é mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção de valores fundamentais e internacionalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, relações de trabalho, meio ambiente e combate à corrupção.

FURNAS aderiu ao Pacto Global em 2003. A empresa participa do Grupo de Trabalho em Direitos Humanos e Trabalho do Pacto Global, que elabora e melhora ferramentas e diretrizes para ajudar as empresas a desenvolver mecanismos para respeitar e valorizar os direitos humanos. Desde então, é membro ativo e renova anualmente seu compromisso por meio de declaração do presidente da empresa, publicando os Relatórios de Sustentabilidade no websitedo Pacto, sob a forma de Relatório de Progresso (Communication on Progress).

FURNAS no Pacto Global

Voltar ao topo


Princípio de Empoderamento das Mulheres

Criados pela ONU Mulheres e pelo Pacto Global, os sete princípios de Empoderamento das Mulheres ajudam a comunidade empresarial a incorporar em seus negócios valores e práticas que visem à equidade de gênero e ao empoderamento das mulheres. FURNAS declara o seu apoio aos princípios desde agosto de 2011.

Em 2014, FURNAS recebeu o Prêmio WEPs Brasil, reconhecimento às corporações que promovem a igualdade de gênero em seus negócios e nas comunidades em que estão inseridas, com base nos sete princípios de Empoderamento das Mulheres. A premiação leva a chancela do Pacto Global da ONU e ONU Mulheres. Em 2016, FURNAS ficou com a prata na categoria Empresa de Grande Porte. Também em 2016, a Fundação Real Grandeza, dos empregados de FURNAS e Eletronuclear, recebeu o bronze na mesma categoria, entre as Empresas de Médio Porte.

Voltar ao topo


Erradicação do Trabalho Infantil

FURNAS atua em parceria com órgãos públicos e entidades da sociedade civil para conscientizar a população sobre os direitos das crianças e adolescentes. Além de desenvolver uma série de ações e participar de eventos sobre o tema, a companhia é membro da Rede de Empresas pela Aprendizagem e Erradicação do Trabalho Infantil. A Rede é fruto de parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e o Ministério do Trabalho e Emprego (MET), apoiada por Unicef, Fundação Roberto Marinho e CIEE. O objetivo é demonstrar o engajamento das companhias com a causa, numa declaração pública de que se comprometem com a promoção desta agenda, em apresentar benefícios, desafios e possibilidades de implementação de programas de aprendizagem profissional e políticas de erradicação do trabalho infantil.

Voltar ao topo


ISO 26000

Como observador da Indústria, FURNAS integrou a delegação brasileira formada por especialistas de Brasil e Suécia que elaboraram a ISO 2600. A norma não tem caráter de certificação, mas oferece diretrizes para que as organizações melhorem o desempenho em responsabilidade social. Foi criada para orientar empresas de diferentes portes e áreas de atuação que desejam incorporar em seus processos decisórios os princípios relacionados à responsabilidade social, de modo a avaliar os impactos positivos e negativos de suas ações. Além de FURNAS, a delegação contou com representantes de mais de 90 países e 40 organizações internacionais e regionais.

A ISO (International Organization for Standardization) foi criada em 1946 e tem sede em Genebra, na Suíça. Possui como associados organismos de normalização de cerca de 160 países e é líder mundial no desenvolvimento de normas.

Voltar ao topo